Você está aqui: Página Inicial > Contents > Notícias > GEPeeeS Lança Série de Documentos Iniciando Pela Cachoeira do Correntino – Rio Tinto – PB

Notícias

GEPeeeS Lança Série de Documentos Iniciando Pela Cachoeira do Correntino – Rio Tinto – PB

publicado: 24/02/2017 00h00 última modificação: 06/03/2017 09h51
"DESTINO? As águas da Cachoeira do Correntino"é o título do primeiro registro da série do documentário produzido pelo GEPeeeS sobre a questão da água no Vale do Mamanguape.

O documentário apresenta a nascente do Correntino, situado no fragmento da Mata Atlântica,  cujas águas seguem em curso d’água por vasta extensão territorial de Rio Tinto – PB, interligando com as águas que emergem das nascentes de águas dos Rios ‘Quente e Frio’, e que posteriormente  formam o conhecido Rio do Gelo, que por sua vez desemboca no Rio Mamanguape.

GEPeeeS lança uma série documental iniciando pela questão hídrica. 

O GEPeeeS lança uma serie de vídeos e fotos com documentários abordando temas sobre a vida no Vale do Mamanguape. A 8a Expedição Educativa trouxe a temática da “questão da água”, especificamente na nascente e na Cachoeira  do Correntino.

Os trabalhos se iniciaram pela temática ‘das águas’, mas reunirá uma série de documentários abordando a temáticas  ‘socio-ambiental’,  ‘histórica, memória e saberes da tradição’, ‘educação e cultura’, sempre enfocando o papel da universidade, das escolas, do poder público, sem esquecer do participação popular,  tendo destaque os olhares nativo e acadêmico sobre o Vale do Mamanguape. Prentende-se gerar diversos produtos a exemplo de clips, vídeos, fotos, textos, cartilhas, cartazes, artigos científicos, a ser lançados por mídia eletrônica/digital tipo via Rádio Web Univeristária LN, face book, sites e DVDs.

“O importante é que o Grupo de Estudos e Pesquisa em Educação, Etnia e Economia Solidária – GEPeeeS, atento aos apelos feitos por feitos por educadores populares de vários municípios, vem conseguindo atender aos justos apelos formulados que indicaram a urgente necessidade de registros dos patrimônios ‘ambiental’, ‘cultural’, ‘organizacional’, ‘trabalho, ocupação e geração de rendas’, ‘históricos’ e outros temas que marcam profundamente a trajetória a vida no Vale do Mamanguape, realçou o professor- pesquisador líder do GEPeeeS, Paulo Roberto Palhano Silva, PhD, vinculado ao Departamento de Educação – CCAE – UFPB.

Pesquisa ação: na Cachoeira do Correntino

O primeiro material já está em processo de lançamento enfoca a questão das águas do município de Rio Tinto. No entanto, outros temas serão enfocados, inclusive nos demais municípios do Vale do Mamanguape.

A Cachoeira do Correntino situa-se em pequeno fragmento do complexo das águas de Rio Tinto. A 8a Expedição Educativa promovida pelo  Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação, Etnia e Ecnomia Solidária – GEPeeeS foi coordenada pelo Prof. PhD Paulo Palhano e o Mestre Welano Costa. Contou com a expressiva colaboração de José Roberto (mateiro) e José Gualberto (Zezinho do Sindicato). Trata-se de ação de pesquisa, interdisciplinar, onde a pesquisa-ação e outras técnicas de pesquisas, aliado aos registros digitais, possibilitaram obter uma visualidade da área bela, porém frágil.

GEPeeeS visualizar a Cachoeira do Correntino se deparou com um expressivo ambiente, tendo essa fonte de grande potencial hídrico, bem como, com a presença da exuberante beleza natural, porém que requer cuidados especiais pela sua fragilidade e finitude.

Vale do Mamanguape Paraibano é um território rico para o desenvolvimento de pesquisas e ações extencionistas.

O Vale do Mamanguape possui um rico manancial, constituindo-se um território rico para o desenvolvimento de pesquisas e ações extensionistas. Uma região que precisa ser visitada, estudada e compreendida.

“Fomos procurado pela comunidade, especialmente por educadores da rede pública,  e, após um bom tempo de estudos e pesquisas estamos lançando um documentário visual. Assim, começamos a responder múltiplas demandas que nos chegam cotidianamente. Em breve o material chegará as escolas do Vale do Mamanguape”, declarou o professor-pesquisador Paulo Palhano (DED-CCAE-UFPB).

Assim, o GEPeeeS apresenta a comunidade universitária o primeiro de uma série de vídeos e fotos sobre a questões socio-ambientais educativas do grande potencial hídrico, suas belezas e desafios que precisam ser conhecidos do Vale do Mamanguape.

Para  Welano Costa, Mestre pela pós-graduação de Ecologia no CCAE – UFPB “a questão ambiental precisa ser abraçada e pesquisada pelas instituições que atuam na região. Eu estou procurando fazer minha pequena contribuição para o meu povo, pois sou nativo. A região possibilita um legue enorme de oportunidades e por tanto, um potencial exuberante. A UFPB tem papel fundamental nesse processo de identificação e proposições contribuindo com o desenvolvimento do Vale do Mamanguape”, declarou.

“Á água é vida”. “Os seres precisam da água para sobreviver, manter sua reprodução e garantir a  espécie”. A universidade possui papel decisivo, juntamente com atores do campo político, econômico, cultural ou social, enfim, ao lado da sociedade, pois a água é um ‘bem coletivo’ e ‘finito’. Cada ação educativa em prol do meio ambiente, a mãe natureza agradece. 

* Registro: Rádio Web Universitária LN – GEPeeeS.

Veja e compartilhe o vídeo acessando:

https://www.facebook.com/radiouniversitarialn/videos/384658971903049/.